Adeus! – estamos crescendo!

Estou aqui sentanda escrevendo e a minha frente, num telao, vejo um monte de nossas fotos em família, desde quando as meninas eram pequenininhas, lá na Inglaterra, na Hungria, no Brasil, Nova Iorque, até chegarmos aqui, no Vale do Silício! Sensasional!

 

CIMG4088

É incrível ver como minhas menininhas se tornaram umas mocinhas, como meu baby boy já é um meninão! Não muito legal, porém, constatar quão pouco cabelo me sobrou na cabeça rs!

 

IMG_0697

Eu costumava pensar que era tão difícil criar duas meninas pequenas, longe do meu país, longe da minha família…e agora, olhando para trás eu posso te falar o seguinte:

-Bons tempos! Quanto maiores os filhos, maiores os problemas – mesmo rs! Qualquer pai de adolescente, não importa o quão comportado ou santinho seja esse adolescente, ele vai te dizer: a adolescência é uma fase extremamente difícil e complicada para os pais! É nessa fase que você não sabe nada, eles sabem tudo, e não sabem de nada! O resultado dessa equação é doloroso e inspirador ao mesmo tempo.

Como mãe, você sofre se o teu filho tem uma febre, um vírus horroroso, uma cirurgia de apendicite! Bom, quando você é mãe de um adolescente, você pensa que o mundo acabou quando seu filho/a te diz que não tem amigos, que não conseguiu entrar para o time da escola, ou pior, quando eles estão com depressão ou ansiedade!

Quando os filhos são bebês você sente uma afinidade incrível com aquele ser pequenino e tão dependente de você. É um relacionamento tão forte que ás vezes, ao ficar longe do bebê parece que estão te tirando um pedaço do próprio corpo! Esse amor tão intenso que até dói, não se repete em nenhuma outra fase da vida humana, nao assim! Você sente uma força vinda do seu corpo inteiro, e do seu coração a qual protege o seu pequeno de tudo e de todos. Quando eles crescem, essa força ainda está em você, mas ela não é mais tão eficiente…simplesmente dar um beijinho no machucado, já não o faz sarar tão depressa.

Os teus adolescentes vão fazer más escolhas, vão levar tropeções, vão cair;  tudo o que você poderá fazer será…observar, assistir, rezar e chorar quietinha, secar as lágrimas antes deles chegarem em casa. O seu amor incondicional estará lá, sempre. Seus filhos adolescentes o rejeitarão, mas você sabe que eles precisam demais desse seu amor, eles querem ser amados. Você permanece imutável e espera. Você sabe que tudo isso faz parte do ´crescer´, eles estão formando seus próprios eus.

Enquanto nossos adolescentes se esforçam em se tornar os melhores adultos que possam ser, e o mais diferente de você o quanto for possível (rs faz parte gente); você conseguirá vislumbrar em meio ao caos, essa pessoa magnífica que está se formando debaixo dos seus olhos!

Tudo isso acontece muito rápido. Da mesma forma que minhas meninas espalhavam seus brinquedos pela sala, hoje o chão da minha sala esta forrado de pecinhas de Lego – afinal eu tenho um filho de 5 anos! – Eu não me importo, nem faço caso dele guardar tudinho antes de ir pra cama. Eu sei que não demora nada e esses Legos desaparecerão da minha vida por completo, assim, sem nenhuma cerimônia especial…

Adri está dizendo adeus e um muito obrigada do fundo do coração! Meus três filhos maravilhosos estão crescendo e eu também! Sem medo de ficar velha ou obsoleta rs! Eu experimentei de tudo durante a maternidade; eu cometi muitos erros e ainda consigo cometer uns erros novinhos em folha rs. Eu trabalhei período integral, meio período, e também fiquei em casa com as crianças. Eu amei (amo!) os meus filhos loucamente e também já quis esguelá-los (na fantasia rs!) muitas vezes!

Amar as pessoas do jeitinho que elas são, cuidar das pessoas é algo natural em mim. Então agora estou deixando o AdriandHer3!, para poder me dedicar ao meu baby número 4: Café com Abraço – um grupo muito especial de empoderamento de mulheres, com eventos mensais, aqui na Baía de São Francisco! O Café tem sido descrito e mencionado por muitas mulheres aqui no Vale, de varias formas positivas, mas eu creio que uma das melhores veio da Luciana Peixoto:

‘…você fundou algo parecido com um templo ( no sentido de local no qual se busca paz de espírito) e nele as pessoas/ mulheres são bem-vindas e convidadas a compartilhar seus interesses e dividir assuntos pertinentes à realidade de todas, sem muita ficção, personagens imaginários ou julgamentos. Vendo desse ponto que estou, isso parece ser inovador no campo da espiritualidade e crescimento da consciência humana. Estou impressionada.Essa iniciativa contagia as pessoas sem exigir que elas sigam a orientação de nenhuma filosofia específica. É revolucionário. Você é uma mulher revolucionária. Está fazendo a diferença e executando muito bem.´

Agradeci e agradeço muitissimo a Lu Peixoto por suas palavras de incentivo. Isso e o que todas nos precisamos: incentivo! Tenho grande admiração por mulheres que realmente empoderam outras mulheres. Mulheres que realmente acreditam em ´sisterhood´ e que estão prontas e aptas a levantar umas às outras, sem se preocupar em ´quem vai chegar lá primeiro´. A Luciana Peixoto é uma delas.

Estamos todas crescendo, juntas, e isso é muito bom!

Fica aqui o convite a voce, mulher, a se juntar a nos!  www.cafecomabraco.com

Estarei escrevendo e contando sobre nossas jornadas como mulheres brasileiras, aqui no Vale do Silício! Voce nem imagina o quanto estamos aprontando por aqui!!!

IMG_1536
Cafe Conquistas! @ Xerox Parc, Palo Alto, CA – Agosto 2016

Venham para o abraço!!!

Adri xxx

Good bye post – we are all growing up!

As I sit in my living room to write what seems to be AdriandHer3’s last post, right in front of me there is a large screen showing our miscellaneous family pictures.

CIMG4088

It is wonderful to watch how my little girls became young women, how my last baby became a big boy. And, it is scary to see how much less hair I have on my head now!

IMG_0707

I used to think it was so hard to bring up two little girls and now looking back I can tell you:

‘Nope! It was a breeze! Any parent of a teenager, no matter how good their teens are, will say the same thing: adolescence is an extremely challenging time for parenting. It is a time when you know nothing, they know everything, and they know nothing! The results of that equation are heartbreaking and inspiring at the same time.

As a parent, you suffer when your little kid has a fever, a horrible virus or an appendicitis surgery! Well, when parenting a teen, you think basically life must be over when they say they do not have any friends, or did not make it to the team, or worse, are experiencing teen depression or anxiety.

The thing is, when they are babies you experience a closeness to your child that is equal to nothing in this world. A love, a sense of great power exuding from your entire body and heart that will protect them from anything. When they grow up this power is still there, but it does not seem to be quite as effective…simply ‘kissing it better’ won’t do anymore.

Your teens may stumble and fall and all you can do is watch…pray…tear up quietly an dry your tears before they come home. Your unconditional love is there and they seem to reject it, but you know deep down they want to be loved, they need it so badly. So, you remain unchangeable, you… wait. It is all part of their growing up, the forming fabrics of their very own character.

As your teens strive to become young adults and to be as different from you as possible; you will catch glimpses of the great human beings they are becoming. Glimpses among all the chaos!

Just like my girls’s Polly Pockets, Bratz dolls and drawings used to be spread around our living room, today I have thousands of Lego pieces from my 5-year-old boy! I do not care, I do not even make a fuss for my son to pick them all up before going to bed. I just look at them and know…these too, will disappear way too soon…

Adri is saying a heartfelt thank you and good-bye! As my 3 wonderful children grow, I grow too! And without fear of growing old, or obsolete. I’ve  experimented all the time throughout motherhood: I made and still make tons of mistakes. I worked full-time, part-time, was a stay-at-home-mom…I loved them and also wanted to kill them at times! (not literally of course!).

Loving people for who they are, caring for people is something very strong in me. So now, I exit AdriandHer3! in order to look after my 4th baby: Cafe com Abraco: a very dear expat women’s empowering and inspiring group, which holds monthly events in the Bay Area. Cafe has been described in many beautiful ways, but Luciana Peixoto’s definition was quite on point:

‘…Cafe com Abraco is like a temple – as in a place where you search for spiritual peace – and in this place people/women are welcome and invited to share their interests as well as all aspects of their lives, without much fiction, imaginary characters or judgement…This is an innovation in the field of spirituality and human growth. This initiative is contagious and people participate without having to follow any specific philosophy. It is revolutionary!’

I have to thank Lu Peixoto once more for her kind words. I admire all women who truly empower one another. The ones who understand the meaning of ‘sisterhood’ and are ready and willing to help each other, without worrying about ‘who gets there first’. Lu Peixoto is one of them.Thank you for supporting us all!

We are all growing together and it feels good!

See you there @ www.cafecomabraco.com

I will be posting everything about our journeys, right here in Silicon Valley! You have no idea what we are up to! It is all good!!

IMG_1536
Cafe com Abraco: Cafe Achievements! @ Xerox Parc, Palo Alto, August 2016

Want to know more about it? Check out our website or join our Facebook group Cafe com Abraco!

Adri xxx