Crescer

Foi ao ver uma foto, estampada no facebook de um primo, que fiquei imersa na repentina tristeza, na infinita incompreensao, e inundada indagacao; tudo isso em fracoes de segundos…aqui, sentada na poltrona da sala…olhando ao meu lado, meu filhinho brincar com caminhoezinhos…e pedir ao meu marido para irem ‘pescar’…Meu pai tambem gostava de pescar! Os tres juntos…que sonho seria!

“Nao ha cura para o nascimento e a morte, salvo desfrutar o intervalo.’ George Santayana.

Photo: Album de familia

Se voce perguntar a qualquer brasileiro que vive no exterior: Qual eh o seu maior medo? A resposta: Perder um pai, uma mae, um irmao, uma pessoa muito querida…lah no Brasil…nao ‘conseguir chegar a tempo…’.

Todos nos sabemos que uma coisa eh certa nessa vida: a morte. Mas, quem quer falar sobre isso? Ninguem. Tampouco eu!

Nos nascemos numa determinada familia, mas isso nao significa que ficaremos plantados nela para todo o sempre. Em nossa ausencia, outros membros assumirao lugares de importancia, de decisao, outros titulos rs (minha irma do meio, por exemplo virou a ‘mais velha’ lah no Brasil, rs sorry sister!).

Longe da nossa patria, formamos outras ‘familias’, e em todo lugar por onde passamos; deixamos algo de bom (hopefully ;). Em seus novos grupos de relacionamento, voce poderah encontrar um ‘melhor amigo’, uma ‘irma’, um ‘irmao’, um ‘pai’, ou uma ‘maezinha’, talvez uma ‘vozinha’ para seus filhos, talvez nao. Mas, voce sempre encontrarah alguem que valha a pena. Sempre.

Tambem quando voce se casa, ganha uma familia; a do seu marido. Quer queira, ou nao! rs! E, eu te digo: queira sim! Releve, entenda, seja multicultural! Voce jah (talvez) nao tenha o vovo, e a vovo aqui para seus filhos, entao, ‘come on’ ponha em pratica sua sabedoria e viva em paz e harmonia com ‘grandpa e grandma’. Eles nao tem os mesmos costumes que voce? Que seus pais? Eles fazem panqueca com um kilo de syrup e uma colherona de manteiga em cima e dao para seus filhos? So what!? Uma vez ou outra nao vai matar rs! Vai dizer que tua mae nao tem manias loucas?! rs! Releve! Ha defeitos terriveis em seu sogro? Ame-o, com certeza ele tem qualidades tambem. Quanto tempo ele estara por aqui? Voce sabe? O meu ficou no hospital por 2 meses…saiu diazinhos antes do natal. Um homem dificil, muito dificil. Quando me juntei a minha familia Hungara, tive muitos atritos com ele. Mas, o tempo passou, eu sai da Europa, nossos encontros foram ficando mais escassos e eu, ao decorrer dos anos, passei a entende-lo melhor e aprendi a como lidar com ele. Nagypapa tem sua historia, e eu nao soh aprendi a ouvi-la mas a entende-la de forma que hoje eu sei; nao poderemos muda-la…

Meu pai faleceu e nao tinha sequer completado seus 45 anos. Eu nao cheguei a tempo de nada. Ele havia sido enterrado um dia antes d’eu chegar em Sao Paulo. E que diferenca isso fez? Nenhuma. Mas, a grande diferenca eh que o meu relacionamento com meu pai estava em paz. Ele conviveu um pouco com sua primeira netinha, nossa Julia. E hoje em dia, nos contamos aos outros netos como ele era um cara legal e maluco, que viveu a vida da forma que quis e bem-entendeu, que adorava criancas, vivia com a casa cheia de amigos, fazia o melhor churrasco do mundo, usava rayban e chinelos, teve uma moto, um caminhao e …o resto a gente omite rs!

O vovozinho com nossa Julinha!
O vovozinho com nossa Julinha!

Entao, por que nao fazer o mesmo com os que estao vivos? Vo, voh, grandpa, nogypapa?! Feche os olhos para os pequenos defeitos…abra os olhos para as pequenas vitorias, para as qualidades, mostrando aos nossos filhos a beleza da familia, longe ou nao, somos familia; multicultural, rica e imperfeita, claro 😉

Ao ver uma foto do meu pai, ainda muito jovem, hoje eu chorei muito. Eu me senti mal, como uma traidora… Por um bom momento eu pensei: nascemos numa familia e talvez, nossa missao seria permanecermos nela, ajudando um ao outro. Ficar junto na dor e na doenca…na alegria e na tristeza. Meu coracao doia ao pensar na minha mae, mulher tao forte, que sorri e eh positiva o tempo todo, porem, nao teve a oportunidade de envelhecer ao lado do grande amor de sua vida. E eu nem estou lah do lado dela. Mas, dai me veio a luz rs! Minha propria mae sempre fala: ‘Voce cria os filhos para o mundo‘! E eu pensei: ‘Sim, mae, a senhora me criou para o mundo. E eu estou fazendo a minha parte, no mundo.’ Eu espero que esteja, sinceramente, podendo fazer uma milesima diferenca, nesse mundo. Porque a dor da separacao eh, e sempre serah muito grande.

Somente nos olhos do meu marido que sinto que estou fazendo a coisa certa. Nos olhos e nos sorrisos dos meus filhos, eu encontro a felicidade completa. Em meio a um olhar e outro eu carrego toda minha familia, no meu coracao. Sempre.

Que 2014 seja um ano de muita harmonia, paz, amor, saude plena e passagens aereas mais baratas!!! Afinal, como eh que vamos mostrar o mundo aos nossos filhos?!rs!

Adri xxx

Advertisements

One thought on “Crescer

  1. Oi Adriana, Que considencia, acabei de pedir a Solange suas informacoes. Ai abri meu iPad 🙂 Queria convidar toda a familia para vir passar o Ano Novo aqui conosco. Faremos um Kids Black and White Party dia 31 as 7:30 -12…. Potluck style. Sera simples so mesmo algo para nos com filhos nao passar em Branco. Seria um prazer,e convite aberto a outras familias amigas suas tbm. Abracos Mychele

    P.s. Muita verdade no seu texto… Saudadessssss

    Sent from my iPad

    >

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s