Tem pao velho, tia?

Recentemente, eu tenho me aventurado no ramo de vendas, na Craigslist. Antes de me mudar para cah, ‘Craigslist’ para mim era soh mais uma fonte para recrutar professores de linguas. Para quem nao conhece a Craigslist; eh um network de comunidades online onde voce pode comprar,vender, doar, anunciar servicos e produtos, novos ou usados.

Vendi um jogo de sofa (e tenho mais uns 2 para me livrar rs!), um car seat, itens assim, deste tipo. Mas, logo notei que eu sou a pior das pessoas para vender minhas coisas…Muitos dos nossos pertences, eu anuncio no campo de ‘for free’ e doo. Acontece que, quando vendo e acabo encontrando meus clientes rs no famoso estacionamento do Safeway(que eh um supermercado) rs (tah louco que eu vou receber gente em casa! Sindrome de brasileiro amedrontado rs) eu, muitas vezes, nao recebo dinheiro algum, desisto rs e soh digo: ‘I don’t want any money; it is a gift’ (nao precisa pagar, fica de presente); nos despedimos e volto para casa.

No curto percurso entre o Safeway e minha casa eu fico tao feliz quando simplesmente, doo algo que jah me foi muito util, porem nao preciso mais…Vai para outra pessoa, para seu uso, seu bem, sua alegria, seu dia de sorte…

Quando recebo dinheiro por coisas meio que pequenas, nao sinto nada, nem alegria nem tristeza. Na realidade sinto sim; uma coisa estranha…tipo: para que?

Independente de religiao; Crista, Budista, Messianica, Espirita, etc…creio que o ensinamento eh o mesmo: dividir com os irmaos. Entao, eu penso: dividir nao eh o mesmo que cobrar baratinho, eh?

Claro, ha casos em que voce precisa mesmo do dinheiro. E, ha casos em que voce nao precisa, mesmo, do dinheiro.

Quando me mudei de Londres a Manchester, comecei a ir a uma igrejinha. E nunca me esqueco que no meu primeiro Natal, o padre pediu por doacoes de brinquedos para criancas carentes. O procedimento era que num determinado domingo, levassemos os presentes e os colocassemos debaixo da grande arvore de Natal, lah no altar da igrejinha.

Eu separei os brinquedos em melhor estado, embrulhei-os e os levei…foi soh entao que percebi que nao era para doarmos brinquedos velhos, dessa vez, eram todos brinquedos novos! Fiquei com vergonha rs…e lembrei, talvez para me auto-justificar, de uma breve epoca de minha infancia, onde um caminhaozinho, acho que da prefeitura, passava pela nossa vizinhanca, perto do Natal, e distribuia brinquedos na rua… lembrei-me de quando eu recebia roupas usadas de minhas primas, e coisas parecidas.

Foi ai entao, que acordei. Adriana, voce estah numa situacao em que pode comprar um presentinho de natal nao soh para os teus mas tambem para os que nao tem nada. Para uma crianca, receber um presente novinho e um velhinho, de Natal, eh diferente sim…Claro, para quem nao tem condicoes, qualquer benevolencia, eh muito bem vinda tambem.

O tal padre, em um de seus sermoes, disse-nos assim:

‘Quando voce doa algo voce estah doando a Deus; voce vai doar o que voce tem de mais velhinho, mais roto? Voce doa o seu melhor.

Aquilo ficou na minha cabeca, ateh hoje. Dessa mesma forma, tenho em minha memoria esse episodio, ocorrido em NY, na belissima vizinhanca onde moravamos:

-Limonada e cookies! – duas menininhas empurrando um vagaozinho…rs

-Eu quero! – vou eu com minhas meninas para ajudar, pensei que estavam levantando dinheiro para alguma causa, afinal aquela era uma vizinhanca muito das excelentes rs!

-E ai, por que voces estao vendendo limonada?

-Eh porque eu quero uma cela nova para o meu cavalo!

-Ah, voce tem um cavalo?! (as in ‘real freaking alive expensive to keep: horse!?!?! Que pais eh esseeee! Aquela musica do Legiao tocando de background na minha mente rs ou era Titans?rs).

-Sim, mas uso a cela da minha mae, e eu queria uma pra mim…

-Ahhhhhh….(quase num: Come again, my dear child?!!)

Okay, eu tinha chegado lah da Europa ha pouquissimo tempo…rs…minha primeira reacao foi: ‘Little spoiled brat! Tem um cavalo!?!? E quer dinheiro!!!!Devolve meus 50 cents jah!

kkkkkkk mas depois entendi assim, de um jeito mais americano: os pais estao ensinando a menina ‘trabalhar’ pelo que quer, nao estao a mimando dando tudo na maozinha. Estao ensinando o valor do dinheiro.

Eh dificil! Mente brasileira, que viu pobreza em cada viaduto, favela, criancas que pediam ‘pao velho para dar’ (lembram disso colegas!? elas batiam a nossa porta e perguntavam: Tem pao velho?!). Mente Europeia que eh idealista, que faz caridade. Mente americana, que eh empreendedora e comunitaria. Eu sou uma salada! rs!

Educar os filhos para serem empreendedores e humanitarios. Inteligentes e sabios. Esse eh o desafio.

Just a thought 🙂

Adri xxx

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s